Monday, November 5, 2007

Paraíso

Ela escreveu-me. Fico sempre surpreendido com o que ela me diz. Ela idealiza-me. Um dia cai em si e percebe que me amou como quem tem um sonho bonito. Se ambos acreditássemos ao mesmo tempo na inevitabilidade do amor... talvez eu corresse o risco de ter contra mim a moral burguesa. Mas tenho de pensar na felicidade dela mais do que na minha.

I don't know what I feel for you, I'm learning slowly so I don't make mistakes. I know love is not eternal... but who cares, it's good while it lasts. Don't be angry and sad, you will lose something that will never come again.

E agora uma coisa que escrevi há muitos anos (há 6) e que está num dos meus diários: estar apaixonada é como viver no paraíso. Pensamos que vai durar sempre, é tão bom.

Eu podia ir aí lavar-te a loiça, mas é muito longe. Eu acho que não seria muito infeliz como dona de casa, gosto de me dedicar às pessoas, é por isso que é fundamental para mim ter uma família.

I'm glad I'm your baby, you may be sleeping now, promise me that you will take care of yourself and quit smoking.

Imagina agora esse longo abraço em silêncio. É a minha maneira de me despedir de ti hoje.

Da tua

A. W.

(Caderno Verde)