Thursday, May 15, 2008

Presentes envenenados

Quem dá a vida também dá a morte, mas não se costuma realçar esse aspecto da questão. Se a cronologia é respeitada, àquele que deu a vida é poupada a dor de ver morrer adulta a criança que fez nascer. Mas a ausência dos pais no acontecimento da morte dos filhos não os desculpa de ter agido de maneira irresponsável. Pode-se valorizar a dor, o sofrimento. Mas não estou seguro de que, informados de antemão da natureza do presente que nos é oferecido, o aceitássemos. Eu sei, esta conversa é absurda, porque para poder ter uma opinião sobre o assunto teríamos de estar já dentro da vida. Mas pus-me a pensar estas coisas esta tarde num momento de tédio.

(Caderno Azul)

No comments: